4 de jul de 2011
A varejista francesa Casino anunciou nesta segunda-feira (4) que abriu na última sexta-feira (1º) um  segundo pedido de arbitragem na Câmara de Comércio Internacional (ICC, na sigla em inglês) contra seu sócio brasileiro Abílio Diniz.
Por meio de comunicado, o Casino afirmou que abriu o pedido "para garantir o respeito dos procedimentos estabelecidos pelo acordo de acionistas de 27 de novembro de 2006" na Companhia Brasileira de Distribuição (CBD).

Nesta segunda, o conselho de administração do grupo francês de distribuição Carrefour se declarou favorável à fusão com a Companhia Brasileira de Distribuição (CBD) Pão de Açúcar, líder do setor no Brasil.
O Casino reiterou seu compromisso com o Grupo Pão de Açúcar (CBD), que é controlado pela família Diniz, e disse confiar na diretoria da empresa brasileira.
"Como acionistas desde 1999, o Grupo Casino tem continuamente apoiado o crescimento e o desenvolvimento do CBD", destacou o Casino no comunicado.


O Casino, um dos mais importantes acionistas da CBD, que precisa aprovar o negócio, não aceita a fusão. Na semana passada aumentou em 6,2% sua participação nesta empresa, da qual controla agora 43,1% das ações direta e indiretamente através da Wilkes, holding conjunta com a família Diniz.
O projeto, estimulado pela empresa brasileira Gama, prevê a fusão dos ativos brasileiros do Carrefour com os da CBD Pão de Açúcar para formar uma sociedade conjunta com partes iguais e uma participação da Gama no Carrefour.
A operação permitiria uma sinergia estimada entre 600 e 800 milhões de euros em um ano (entre 871 e 1,161 bilhão de dólares), segundo o Carrefour. A nova entidade teria um volume de negócios de 30 bilhões de euros em 2011.
  Fonte: g1.globo.

0 comentários:

Postar um comentário

Visitas

Postagens populares

Seguidores