17 de out de 2011

Você tem duvidas, ou vontade de investir e não sabe como? A Bovespa te ajuda!

Neste artigo da Bovespa, ela sana suas duvidas



Tudo começa com as perguntas “o que quero fazer com o dinheiro investido” e ”quanto tempo tenho para que ele renda?

Dê um nome para o seu investimento: “meu apartamento”, “meu carro novo”, “a viagem que sempre planejei”, “minha aposentadoria”, “os estudos do meu filho”; escolha algo significativo para você.

Os Riscos do Mercado de Ações: lembre-se sempre que ações são investimento de Renda Variável, ou seja, seus ganhos não são sempre os mesmos e você pode até perder parte do que investiu.


Formas de Investir

Compra direta de Ações

Você escolhe as ações que deseja comprar e transmite a ordem para a corretora. Comprar ações significa ter “pedaços” de uma empresa e se tornar sócio dela.
Você não divide os riscos do seu investimento, mas também não divide os ganhos;
Gera dividendos (parcela do lucro da empresa distribuída entre os acionistas);
Você pode comprar ou vender quantas e quais ações quiser, quando quiser;
Você pode alugar suas ações por meio do Banco de Títulos

Fundos de Índices – ETFs

São fundos que buscam obter o retorno de índices, que representam os desempenhos de determinados setores de mercado, com cotas que você compra na Bolsa.
O investimento inicial pode ser pequeno (menos de R$ 200,00, em alguns ETFs);
Investir em conjuntos de ações diversifica seu investimento, reduzindo os riscos;
Dividendos são automaticamente reaplicados no próprio ETF, fazendo-o crescer;
Você pode comprar ou vender suas cotas de ETF como se fossem ações.

Clubes de Investimento

Clubes são grupos de pessoas que se unem para investir. Ganhos e perdas são divididos proporcionalmente entre os membros de acordo com o quanto investiram.
Recursos somados e custos divididos deixam o investimento na Bolsa mais acessível;
Investidores podem reunir-se para diversificar ainda mais seus investimentos;
Todos os Clubes de Investimento têm representantes e estatutos sociais;
Todos os membros podem opinar e contribuir nas assembleias do Clube.

Fundo de Investimento em Ações

O investidor de um fundo de investimento compra cotas de um fundo de ações, administrado por uma Corretora ou um Banco.
O cliente não está adquirindo ações, mas sim cotas de um Fundo;
É uma forma cômoda de investir, pois o cliente em si não faz qualquer negociação;
Escolha: você deve pesquisar e comparar a rentabilidade e as taxas dos fundos;
É possível investir em fundos por meio do seu Banco ou Corretora.

Encontre a melhor corretora para você

Durante a preparação da sua jornada de investidor, a corretora será como a sua agência de viagens: ela o ajudará em cada etapa antes do seu primeiro investimento e estará sempre ao seu lado, fornecendo apoio e bons conselhos de especialistas, durante toda a sua viagem

O quê a corretora faz por você

Ajuda você a escolher as ações, de acordo com o seu objetivo financeiro;
Dá o suporte necessário para entender o funcionamento da Bolsa;
Define com você o seu perfil de investidor;
Fornece serviços facilitadores como o home broker (investimento via Internet), relatórios de recomendação de ações, informativos, etc.;
Assessoria constante de especialistas que estão sempre atentos ao mercado;
Avisa sobre novos produtos no mercado, garantindo a diversificação da seus investimentos;
Informa sobre o recebimento de dividendos e outros bônus que as empresas pagam aos acionistas.

Como escolher a melhor corretora

1. Antes de tudo, comece um esboço do perfil que você criará junto com a Corretora:
Decida qual é, para você, a melhor forma de interagir com a corretora (telefone, Internet, etc.);
Consulte seus gastos, custos e investimentos atuais e escolha o quanto você vai investir;
Tendo em mente os fatores acima e o tempo disponível no seu dia-a-dia, decida com qual frequência você fará novos investimentos.
2. Entre em contato com uma corretora. Use a busca de corretoras para encontrar os dados de contato.
3. Pergunte quais são os serviços que a corretora oferece. Relatórios, vídeos, cursos e outras facilidades são alguns exemplos.
4. Consulte o valor da taxa de corretagem. Este valor varia entre corretoras, portanto cabe a você decidir qual o peso deste custo em comparação aos benefícios oferecidos.
5. Entre em contato com outras corretoras. Pesquise e compare taxas, serviços e benefícios; investir um pouco de tempo nessa atividade o ajudará a encontrar a corretora ideal para você.

Abra sua conta

Para contratar a Corretora, você deverá fazer um cadastro (semelhante à abertura de uma conta em um banco) e entregar alguns documentos:


Conheça as Taxas


Não existe um valor mínimo para investir em ações, cabe a você fazer as contas para saber se a taxa cobrada vai pesar no seu investimento. Por exemplo: se você investir 100 reais em ações e sua corretora cobra 10 reais de taxa de custódia e 8 reais pela taxa de corretagem, você vai precisar de um rendimento superior a 18 reais (taxa de custódia + taxa de corretagem), ou seja, um rendimento de mais de 18% num único mês, para o investimento compensar.
Imposto de Renda: como regra geral, o IR sobre ganhos com ações é de 15%. Caso o investidor venda menos que R$20.000,00 em ações num determinado mês, seus ganhos deste período serão isentos. Converse com sua corretora sobre os detalhes da taxação e declaração de seus investimentos.

Escolha suas ações

Agora que você decidiu investir na Bolsa, como escolher quais ações comprar? Abaixo, listamos algumas maneiras para que você tome essa decisão com conhecimento e segurança:


Caso você ainda tenha alguma dúvida sobre como investir na Bolsa, fale com a Bovespa:

Twitter
Facebook
Yahoo! respostas.

Artigo por Bovespa

0 comentários:

Postar um comentário

Visitas

Postagens populares

Seguidores